Categoria B

Tema Velocidade

Perante a sinalização existente o condutor de um automóvel pesado de mercadorias:

Perante a sinalização existente o condutor de um automóvel pesado de mercadorias:

A
Não deve circular nas vias de trânsito mais à esquerda.
B
Não deve fazer ultrapassagens.
C
Pode usar qualquer via de trânsito, desde que respeite os limites de velocidade.
Comentários
Raquel Marques Oliveira
Testes de Código Grátis
Ana Nás
Ana Nás

Então, justamente por isso, a resposta está errada. Não é ''não deve'' mas sim, ''não pode''. Caso contrário dá a entender que pode circular mesmo tendo sinalização que o proíba. Considerando a vossa lógica habitual relativamente a este tipo de questões, a resposta mais adequada, por comparação seria a B, pois ao fazer ultrapassagens, está obrigatoriamente forçado a transitar numa via cujo o trânsito lhe é impedido, portanto deve evita-las. No entanto, acho que nenhuma das respostas apresentadas é adequada à questão, pois em qq das circunstâncias, está implicada a prática de uma contra-ordenação. Deveriam reformular isto.

cyril ico
cyril ico

Se for uma ultrapassagem a um motociclo (por exemplo), pode não necessitar de transpor para as vias à esquerda. Por isso, a B não está certa

A B
A B

Ana Nás (maravilhoso nome), é verdade que o IMT é desastroso e que os exames são um atentado contra a língua, estando completamente mal formulados em termos linguísticos e tendo várias questões absolutamente erradas. Devíamos lutar contra isso. Mas também temos de estar bem prepararados. Neste caso Ana Nás tem duas coisas enganadas (é normal, há muitas coisas que não sabemos). A primeira é o significado de «dever». «Dever» tem como acepção primária «estar obrigado a». Consulte qualquer bom dicionário para encontrar a definição, com «dever» significando estar obrigado. Só numa restante acepção é que significa aquilo que mais popularmente se entende pela palavra. É importante notar-se o desconhecimento geral da palavra «dever», o que mostra que o significado de obrigação está em desuso, tornar-se-á arcaico, e já não poderá ser usado para o efeito. Aparenta ainda ter uso praticamente só em contextos formais, por exemplo, na legislação. Estes exames até têm uma certa formalidade, pelo que não será um uso completamente fora do seu contexto, já que certos termos têm certos significados apenas em certas áreas. Mesmo assim, o uso de «dever» nestas questões cria confusão, pelo que o IMT está errado ao não comunicar claramente. A outra coisa que Ana Nás tem enganada, é a da autoria dos exames. Os exames de condução consistem em 30 items escolhidos de uns milhares previamente elaborados. Ou seja, as questões e as respostas já estão feitas, cada vez que alguém vai a exame, são apenas tiradas 30. A entidade responsável pelos exames é o Instituto da Mobilidade e dos Transportes. É ele que é responsável por este atentado. Os milhares de items são dispostos pelo IMT ao público, é estranho, mas as questões não são mantidas em segredo, podemos saber de facto quais as perguntas possíveis antes de irmos a exame (mas como são milhares de possíveis items dos quais só 30 aparecerão, não há muita precisão). Este sítio, Testes de Código Grátis, apenas dispõe às pessoas os milhares de items que o IMT formulou, sem os alterar, para que as pessoas possam treinar como será de verdade nos exames. Para reclamações, temos de nos dirigir ao IMT (que deverá ser como falar com um calhau). Se as questões neste sítio fossem corrigidas, chegariamos ao exame e chumbariamos, pois lá elas estão de facto mal formuladas, apesar de neste caso, como mostrei, não ser grande coisa, pois usarem «dever» é mesmo só um mal menor ou até mesmo algo insignificante, tendo em conta que há situações em que erram mesmo gravemente na elaboração dos items.

Raquel Marques Oliveira
Raquel Marques Oliveira

Bem visto, foi lapso meu.

Obrigada pela explicação :)

Novo Comentário