Categoria B

Tema Estado físico do condutor, alcool, drogas e medicamentos, sinais de obrigação

Considera-se condução sob o efeito de álcool, quando o condutor apresenta uma TAS:

Considera-se condução sob o efeito de álcool, quando o condutor apresenta uma TAS:

A
Igual ou superior a 0,3g/l.
B
Igual ou superior a 0,5g/l.
C
Superior a 0,5g/l.

Material de estudo relacionado com esta pergunta

Comentários
Bruno Silva
Instrutor
António Bento

Bruno,
Os condutores recém encartados estando no regime probatório a taxa de álcool no sangue sujeito a contra ordenação é a partir de 0,2 gm/l de sangue. Existem dois regimes, o geral, que abrange a maioria dos condutores, e o especial que abrange os condutores de pesados, táxis, ambulâncias, condutores com carta a menos de 3 anos e condutores de transporte de crianças. Quando a pergunta não especifica quem é o condutor, a mesma refere-se ao regime geral e neste caso a TAS é a partir de 0,5 gm/l de sangue. A resposta certa é a B.

Drélo Padeiro
Drélo Padeiro

Então um condutor encartado à mais de 3 anos não comete uma contra-ordenação grave se apresentar TAS igual ou superior a 0,2g/l?

Testes de Código Grátis
Testes de Código Grátis

Drélo,
Certo, desde que se for superior a 0,2 g/l seja inferior a 0,5 g/l. Mas atenção, o limite de 0,2 g/l não é apenas para os condutores em regime probatório, mas sim também para os condutores de veículos de socorro, de transporte colectivo de crianças e jovens até 16 anos, de pesados de passageiros, mercadorias e matérias perigosas, e taxistas.

Ana Martins
Testes de Código Grátis
Testes de Código Grátis

Ana,
Sim, a pergunta refere-se ao regime geral. Sempre que se pretende referir ao regime probatório, este será mencionado na pergunta ou respostas.

cristiano miguel
cristiano miguel

Olá um condutor que apresente 0.2g de álcool ainda não é considerado contraordenação?

Novo Comentário